"Amo a vida e espero que cumprida não seja breve, que intensamente seja sentida e leve, até que me leve."

terça-feira

A vingança nem sempre é má

Em meio a tantas pedras que rolam do ponto mais alto, senti enchendo a vingança em mim. Mas incomumente eu não despedaço. Enlaço, reforço, disfarço e sigo a caminhar. Estou mais forte. É sorte! Ou 'destino', pra quem quiser acreditar. Eu sei que o tempo passa e, enquanto o mundo gira, as verdades aparecem. E mesmo que alguns corações não reconheçam, é preciso entender as consequências. E eu, que quase sempre não volto atrás, torço, vibro, pulo e quero mais. Quero mais que quem me quis menos seja feliz sem se embriagar com o próprio veneno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário