"Amo a vida e espero que cumprida não seja breve, que intensamente seja sentida e leve, até que me leve."

quinta-feira

Para refletir...


MENTE QUE MENTE


"Maravilhosamente a mente humana emana engenho
Indefinível e imensurável astúcia; mente inconseqüente
Raramente racional, constantemente bruta
Mente que mente ausente, de razão.

Mente que às vezes despreza as artes que é capaz de criar
Admiráveis harmonias entre sons e tintas, cores e sabores
Censuradas pela usura, mostra-se lapidada pelo mal
Seria nossa mente um poço de insanidade mental?

Ah! Se a mente humana de tão criativa também fosse pura
E sua aptidão fosse trajada de beleza e ternura
E se a inspiração humana viesse somente dos mais altos céus
Assim o homem não faria da mente seu próprio réu."


Em meio as incríveis decepções que a vida nos proporciona,
Felipe Menezes

sexta-feira

Evolução?

Vivemos hoje em um mundo que cresce em ritmo acelerado e descontrolado. São tempos em que a ciência evoluí constantemente e novas descobertas tecnológicas surgem a cada instante. Mas será que isso só nos trás benefícios? Não existe um lado ruim em toda essa evolução? (...) Não sei se toda essa destruição, degradação e todo esse desrespeito com a natureza valem a pena, não sei se todo esse sentimento de soberania humana e o abuso de poder trilharão um bom caminho para a humanidade.
Poderíamos ressuscitar alguns de nossos ancestrais homo erectus, que há milhões de anos atrás já produziam belas artes plásticas nas paredes de suas humildes cavernas, ou até mesmo os primeiros da raça humana, denominados homo habilis, que eram semi-quadrúpedes, mas entendiam muito mais de conservação do meio ambiente do que nós, grande prova disso é o fato de que eles preferiam galopar ao invés de utilizar automóveis, não tomavam banhos para evitar o desperdício de água, matavam animais apenas para alimentação e contribuíam para o reflorestamento utilizando suas próprias fezes como adubo.

Brincadeiras a parte, ainda tenho sinceras esperanças de que um dia o homem voltará a “ser humano”, e deixará de viver em função de suas contas bancárias, honrando assim seu fabuloso título de homo sapiens. Espero profundamente que possam notar que sobre essa superfície há muitas coisas além de nós e que percebam que animais, plantas e todas as riquezas naturais são indispensáveis para a sobrevivência do planeta e merecem total atenção e cuidado.


“E que o homem não mais seja racional animal e sim, como deveria ser, animal racional .”